Hipotireoidismo pode causar surdez

O hipotireoidismo (congênito ou adquirido) é uma das mais importantes disfunções da glândula tireoide. Nesta alteração a produção ou a função dos hormônios tireoidianos está comprometida, resultando em redução generalizada no metabolismo de todos os sistemas. O hipotireoidismo afeta 2% das mulheres adultas e 0,2% dos homens.

A diminuição da acuidade auditiva tem sido associada à disfunção da glândula tireoide e descrita por diversos autores e os sintomas auditivos podem ocorrer isoladamente ou associados à vertigem e ao zumbido.

Os mecanismos fisiopatológicos da perda auditiva no hipotireoidismo não estão totalmente estabelecidos. Sabe-se que nesta desordem hormonal, há redução na produção de energia celular, comprometendo a microcirculação e, consequentemente a oxigenação e o metabolismo de órgãos envolvidos. As estruturas da orelha interna também são afetadas, como a estria vascular e o Órgão de Corti. Os hormônios tireoidianos controlam a síntese de proteínas, a produção de mielina e das enzimas e o nível dos lipídios no sistema nervoso central. Além disso, o T4, por si só, pode agir como um neurotransmissor. Assim, acredita-se que no hipotireoidismo, a deficiência auditiva possa ter origem na cóclea, retrococlear e/ou nas vias auditivas centrais.

Os sintomas cócleo-vestibulares são mais frequentes em pacientes com hipotireoidismo, salientando-se o zumbido, a hipoacusia e a vertigem. Pacientes com hipotireoidismo podem apresentar maior número de alterações nas avaliações audiométricas e nos testes eletrofisiológicos (PEATE e EOAT). Assim como, a perda auditiva do tipo neurossensorial, de leve a moderada intensidade e bilateral.

Fonte: http://www.patriciaantoniazi.blogspot.com.br

Dicionário de Libras on-line: Acesse já!

libras_02

LIBRAS é um dicionário de importância singular quando o assunto é comunicação e inclusão social. O website traz um dicionário online absolutamente completo, gratuito e muito interessante de Libras, a língua brasileira de sinais.

Destinado à comunidade surda, familiares, amigos, educadores e qualquer pessoa que deseja transpassar a barreira do som para se comunicar, LIBRAS pode ser de grande utilidade. Através dele você poderá aprender sobre a Língua Brasileira de Sinais de maneira completa e interativa, tirar dúvidas e checar informações sobre o assunto sempre que desejar ou precisar. Para isso, basta ter acesso a um computador com internet.

Um dicionário de sinais

LIBRAS funciona de fato como um dicionário, só que muito mais completo que os tradicionais. Através dele, é possível encontrar definições de centenas de palavras e a língua gestual através da qual cada uma delas é expressa. Além disso, é disponibilizado o sinal simples com a mão, a classe gramatical e origem da palavra, assim como um exemplo de frase onde ela pode ser empregada, escrita e adaptada para a linguagem de sinais.

Ilustrativo ao máximo

Ao contrário de dicionários encontrados em livros e inclusive na web, LIBRAS permite um estilo de estudo mais ativo e compreensível. Uma das características mais interessantes é a utilização não de imagens estáticas ou desenhos, mas vídeos para expor a expressão em linguagem de sinais.

Acesse já: http://www.acessobrasil.org.br/libras/

Programa de Suporte ao Tratamento do Zumbido

O que é o Programa de Suporte ao Tratamento do Zumbido?

O Programa de Suporte ao Tratamento do Zumbido é um tipo de terapia oferecida exclusivamente pelas revendas Siemens de aparelhos auditivos. O objetivo desse tratamento aos sintomas é melhorar a reação do paciente em relação aos sintomas do zumbido. Qualquer pessoa que possua zumbido e apresente reação negativa a ele pode ser um ouvinte normal, com algum grau de perda auditiva ou hiperacusia. As atividades parte deste Programa foram desenvolvidas com base no protocolo Tinnitus Activities Treatment, desenvolvido pelo Dr. Richard Tyler da Universidade de Iowa nos Estados Unidos. O tratamento envolve aconselhamento e terapia sonora, a qual dependendo do caso pode envolver somente o uso de próteses auditivas, somente o uso de gerador de som, uso combinado e/ou geradores externos de som. Destacamos que o tratamento do zumbido propriamente dito, ou seja, tudo o que se refere ao seu diagnóstico, assim como tratamento da causa deve ser SEMPRE coordenado por um médico otorrinolaringologista.

Siemens Life

Os aparelhos auditivos Siemens Life são uma opção de tratamento junto às atividades do Programa de Suporte ao Tratamento do Zumbido. Essa linha de aparelhos auditivos oferece a combinação de 3 produtos em um só: -aparelho auditivo para pessoas com perdas auditivas; -gerador de som para tratamento de zumbido (para casos de hiperacusia e audição normal) -modo combinado: aparelho auditivo e gerador de som ao mesmo tempo.

Importante:

O Programa de Suporte ao Tratamento do Zumbido é uma terapia de suporte aos sintomas do zumbido e não uma cura para as causas. O primeiro passo no tratamento do zumbido é a consulta a um médico otorrinolaringologista. Ele é o profissional responsável pelo diagnóstico e indicação do melhor tratamento, que pode envolver profissionais tais como psicólogos, fonoaudiólogos, neurologistas, nutricionistas, fisioterapeutas.

O que só a Simens oferece aos usuários de aparelhos auditivos?

siemens

Em dúvida sobre a marca do aparelho auditivo? Veja as vontagens de um legítimo Siemens. Compare, conheça, faça a melhor escolha! Os aparelhos Siemens possuem alta tecnologia. Oferecem ao usuário:

  • Controle de volume automático ou programável;
  • Opções de programas;
  • Supressor de ruídos;
  • Microfone direciona adaptativo;
  • SpeechFocus(mapeia o ambiente constantemente e foca na direção de quem está falando);
  • Conectividade (com TV,telefones,celular e equipamentos de áudio como MP3);
  • Autophone (bobina telefônica automática);
  • Gerenciamento de fala e ruído(atenuação automática de ruído e ênfase na fala em ambientes com ruído ,como festas);
  • Controle automático de microfonia;
  • SoundBrilliance;
  • SoundSmoothing™ (atenuador de sons intensos);
  • TruEar e e2e wireless (ajustes sincronizados entre os dois aparelhos de forma automática e melhor localização sonora);
  • DataLearning™ (o aparelho se ajusta automaticamente às preferências do usuário).
  • Baterias recarregáveis.

Mulheres tendem a começar a ter perda auditiva em idade mais avançada


As diferenças entre homens e mulheres, quando o assunto é audição, ficaram mais claras em um estudo publicado no EUA – um dos maiores e mais importantes da especialidade. “Antes deste, os estudos eram inconclusivos sobre a especificidade da diferença de sexo associada à perda auditiva”, comentam os autores.

Os hormônios femininos protegem a audição, por isso os problemas auditivos são mais freqüentes em homens. Essa diferença só se estabiliza após os 50 ou 60 anos, época em que as células auditivas começam a morrer naturalmente. O início do declínio auditivo nas mulheres acompanhadas pelo estudo foi mais tardio quando comparado aos homens. 


O estudo mostrou que a sensibilidade auditiva diminui mais de duas vezes mais rápido em homens que em mulheres em quase todas as idades e frequências. Os pesquisadores coletaram dados de 681 homens e 416 mulheres sem evidência de doença otológica (de ouvido), desde 1965, para chegar às suas conclusões. “Os níveis de audição são altamente variáveis, mesmo em um grupo seleto” sublinham os pesquisadores.

Entretanto, os achados documentam diferenças entre os sexos quanto se trata de níveis de audição e mostram que a associação entre idade e perda auditiva ocorre até mesmo em grupos cujas atividades são realizadas com exposição a baixo ruído e sem evidência de perda auditiva induzida por ruído.

Perda auditiva em pets

cachorro-orelha-grande

Muitas pessoas acreditam que problemas de audição atingem apenas cães idosos, mas é importante ficar atento porque a surdez pode atingir cachorros de qualquer idade.

Pode ser congênito, ou seja, desde o nascimento; ou acontecer em algum momento da vida do cachorro.

A diminuição ou perda total da audição pode ser temporária ou permanente. E as causas podem ser diversas: acúmulo de cera, infecção no ouvido, idade avançada ou lesões.

Agumas raças são mais propensas a terem problemas auditivos: Pastor Australiano, Boston Terrier, Cocker Spaniel, Dálmata, Pastor Alemão, Jack Russel Terrier, Maltês, Poodle Toy e Mini e West Highland White Terrier.

Então, se o seu cachorro é de alguma dessas raças dê uma atenção especial à audição dele.

Como o cachorro não consegue falar quando tem algum problema, precisamos ficar atentos à qualquer mudança em seu comportamento.

Saiba mais:  http://portaldodog.com.br/cachorros/listas/9-sinais-de-perda-auditiva-em-caes/#ixzz3Zsopesru

Google cria aplicativo para traduzir linguagem de sinais

Google-Gesture-1

Estudantes da Escola de Comunicação de Berghs, na Suíça, desenvolveram um aplicativo para traduzir a linguagem de sinais, com direito à premiação no Festival Internacional de Criatividade de Cannes. O projeto facilita a interação entre pessoas surdas e mudas, que se comunicam pela linguagem de sinais, e aquelas que não compreendem os gestos.

O aplicativo Google Gesture (Google Gestos) permitirá a comunicação em tempo real, pois a tradução é simultânea. Para isso, a pessoa que usa a linguagem de sinais deve usar uma faixa em cada braço, que analisará o movimento dos músculos, fazendo a associação com o significado dos gestos e traduzindo no smarthphone as palavras correspondentes.

Em 2012, um projeto semelhante foi desenvolvido por estudantes ucranianos. A luva Enable Talk, com 15 sensores de flexão, giroscópio, acelerômetro e painel solar para recarga com energia limpa. A diferença é que a Enable Talk transmite a mensagem em forma de som através do Bluetooth.