Dicas para facilitar a conversa com pessoas que possuem perda auditiva

dialogo6+cópia

  1. Fale devagar, sempre. Mas com naturalidade. Não adianta falar separando as sílabas ou articulando demais.
  2. Fale de frente para a pessoa com deficiência. Cada virada de rosto é uma sílaba ou palavra perdida que poderiam alterar completamente o sentido da conversa.
  3. O volume da voz deve ser de acordo com a perda de audição da pessoa. Comece falando com o tom de voz habitual. Se necessário, a pessoa te avisa que precisa que você fale mais alto, mais baixo ou mantenha do jeito que está.
  4. Surdos oralizados falam oralmente, tal como diz o nome. Nem todo surdo fala libras, muitos não apenas não falam a língua de sinais, como não tem interesse de aprender. Com eles, você pode falar normalmente.
  5. Para chamar um surdo, você precisa de algum sinal visual ou tátil. Você pode abanar as mãos, acender e apagar uma luz ou até tocar o ombro dele de leve.
  6. Não fale mastigando. Além de não ser educado, a mastigação é um ruído terrível na leitura labial (ruído no sentido semiótico de atrapalhar a comunicação) tornando os lábios ilegíveis. Não adianta insistir. Termine de mastigar e, só aí, conclua a conversa.
  7. A iluminação é um dos principais fatores do qual depende a leitura labial. Se a iluminação ambiente não for adequada, vale qualquer improvisação: isqueiro, lanterna e até a luz do celular.
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s